Número total de visualizações de página

01/04/11

Espero que entendas !

Acho que estou no caminho errado, estou a tentar encontrar uma pessoa que pelos vistos já desapareceu. Acho incrívil, dizeres que digo mal de ti, mas não, não digo. Yah disse, já te disse isso, já admiti, mas hoje ? ontem ? ou nestes ultimos tempos ? nepia ! Desisti de encontrar-te, desisti de uma guerra que para mim nunca fez sentido, mas parece que para ti vez, ainda não a terminas-te. Continuas a disparar, mas fica sabendo que para mim acabou, queres continuar ? Continua, estás à vontade, pode ser que um dia percebas o quanto gostava (gosto)  de ti, e quanto me magoas-te (magoas) com certas e determinadas coisas. Mas queres o que ? Que chegue ao pé de ti e peça desculpa e que quero tudo como d'antes? Mas não, não o vou fazer, não me vou humilhar a esse ponto ! Aprendi a viver sem ti, mas podes ter a certeza que no príncipio foi díficil, e custou muitoooo ! Deitei muitas lágrimas, mas não vou deitar mais por ti. Hoje choro por quem merece ! Às vezes parece que nunca as mereces-te  !
Tira essa ideia, de que eu vivo em função de ti, à muito que não o faço acredita !

Sem comentários:

Enviar um comentário

«chorar rios, sorrir mares.»
a escrita mantém-me viva ...