Número total de visualizações de página

31/01/12

desculpa ró.

 
Foram quatro meses sem parar , foi lutar até à ultima força que restava , foi nunca desistir daquilo que mais queria , foi não cansar de correr atrás de quem me virou as costas , foi chorar noites infinitas , foi cair e levantar 1000 vezes , foi tudo ...
E agora ? Agora nada faz sentido , tudo está ao contrário , já não és uma necessidade , já não existe aquela amizade , aquela química , já não há a alegria de te ter de volta , desculpa , mas por enquanto és alguém desnecessário , eu amo-te , sei que amo , mas a dor já foi tanta que o medo fala mais alto , as palavras não saem , os sorrisos prendem-se e o silêncio é a resposta de perguntas que não são mencionadas . 
Ao fim deste tempo todo , já não restam mais forças , já nada mais faz sentido , acordar de manhã é uma obrigação , e as lágrimas essa continuam presentes , como sempre estiveram . 
Desculpa por isto !
amo-te , mas ...

Sem comentários:

Enviar um comentário

«chorar rios, sorrir mares.»
a escrita mantém-me viva ...