Número total de visualizações de página

04/03/12




O tempo foi passando , os anos aumentando , o ponteiro do relógio não parou uma única vez , ele não esperou mesmo quando lhe pedi, ele foi fazendo o seu tic-tac noite e dia , dia e noite , os anos passaram sem que eu desse conta , sem conseguir contar as horas de cada dia , sem ter noção do seu tic-tac , sem ter feito tudo aquilo que havia para fazer . 

Sem comentários:

Enviar um comentário

«chorar rios, sorrir mares.»
a escrita mantém-me viva ...