Número total de visualizações de página

01/04/12




Ela não esperava que acontecesse de novo , não esperava que aquele aperto voltasse a fazer parte dela , não esperava sentir aquele arrepio de medo , ela não esperava dar de novo aquele grito de dor silencioso mas que a feria por dentro . 
Ele era o seu passado , um passado que deixara enterrado , mas que se tornou uma dor no seu presente . Ela tentou abstrair-se daquilo que a incomodava , fazendo com que o som da música ocupasse toda a sua audição e que ele não lhe viesse à memória , fazendo dele um desconhecido , uma pessoa igual a tantas outras que a rodeavam . 

Ela conseguiu , mas o problema é que ela era eu , e ele (?) o meu maior medo .

Sem comentários:

Enviar um comentário

«chorar rios, sorrir mares.»
a escrita mantém-me viva ...