Número total de visualizações de página

19/05/11

Escolhas (...)

Às vezes temos dúvidas nas nossas escolhas e mais tarde arrependemo-nos , por vezes arrependemo-nos eternamente . Quantas e quantas vezes disse sim , e queria dizer não , dei um passo em frente mas queria recuar , sorri mesmo sentindo que as lágrimas estavam a cair , quantas vezes pensei conhecer uma pessoa e ela revelar-se outras , quantas vezes me senti culpada mesmo sem culpa nenhuma , quantas vezes , mesmo sem querer , julguei mal uma pessoa , quantas vezes quiz dizer amo-te , mas virei as costa e disse que não era nada , quantas vezes quiz dormir , mas fui teimosa e fiquei à espera de uma chamada , de uma mensagem , ou de um simples toque teu , quantas vezes pensei estar a fazer bem , mas afinal estava a fazer tudo ao contrário , quantas vezes me sacrifiquei para tu seres feliz .
Nunca pensei muito nas minhas escolhas , o que está feito , está feito , sim , arrependo-me de algumas , arrependo-me de ter mentido a mim própria , tomando escolhas que pensava ser forte para as suprortar mas quando dava por mim já estava no chão , estendida à espera que alguem se lembre de me tocar porque é hora de acordar . Mas a vida é assim , e eu não posso fazer absolutamente nada , sinto-me inútil !

Sem comentários:

Enviar um comentário

«chorar rios, sorrir mares.»
a escrita mantém-me viva ...