Número total de visualizações de página

16/10/13

palavras perdidas ...


As palavras emergem num mar de profundas incertezas e o amor afunda-se num rio cheio mentiras , porque nunca sobes-te dar valor , nunca acordas-te com a intenção de amar , nunca te deitas-te com a sensação de borboletas no estômago , porque simplesmente nunca fizeste nada para ela ser tua , esperas-te apenas que ela fosse o suficiente ....
Hoje , acordas com a sensação que deixas-te a tua vida escapar pelo dedos , e quando olhas para trás sabes que não foste o que ela merecia ....

Sem comentários:

Enviar um comentário

«chorar rios, sorrir mares.»
a escrita mantém-me viva ...